Pesquisa

TV Azinhaga

Seguidores

Visitas

PageRank

Siga-nos por email

Digite seu endereço de e-mail:

Blog Archive

Sites Amigos

11 de setembro de 2013

Ministério da Educação ainda não aprovou 4ª turma no Centro Escolar de Azinhaga

Segundo a Associação de Pais da E.B.1 de Azinhaga este ano letivo, e até ao momento (a poucos dias do início das aulas), a autorização para a constituição da 4ª turma no Centro Escolar de Azinhaga, «não foi concedida, nem qualquer resposta, positiva ou negativa, ao nosso pedido, foi recebida».

«Em anos letivos anteriores e até com menos alunos (58 em 2010/2011, 63 em 2011/2012), essa constituição foi solicitada e conseguida».

Segundo informações recebidas pela Associação de Pais, confirmadas pela Coordenação da E.B.1 de Azinhaga, para o ano lectivo de 2013/2014 estão previstas as seguintes turmas:

  • Uma turma de "2º ano" com: 8 alunos do 1º ano + 15 alunos do 2º ano (sendo que uma criança desta turma apresenta necessidades educativas especiais);
  • Uma turma de "3º ano" com: 8 alunos do 1º ano + 15 alunos do 3º ano (sendo que uma criança desta turma apresenta necessidades educativas especiais);
  • Uma turma de "4º ano" com: 19 alunos do 4º ano (sendo que duas crianças desta turma apresentam necessidades educativas especiais).

«Repare-se que se misturam os alunos que chegam ao 1º ano com aqueles que se preparam para passar ao 4º ano e com alunos do 2º ano; que qualquer dos casos anteriores obriga a atenção especial, em particular dada a existência de testes intermédios para os meninos do 2º ano, que assim terão que partilhar a preparação para essas provas, com as aulas dos meninos do 1º ano: perguntamo-nos que repartição de tempo poderá ser atribuída a estas crianças pelo docente?!

É óbvio para os Pais e Encarregados de Educação que esta organização das turmas é inapropriada, põe em causa os direitos das crianças, não corresponde às necessidades dos alunos do 2º ano do 1º ciclo, que enfrentam exigências adicionais, e não permite, por outro lado, dispensar às crianças que ingressam no 1º ciclo do ensino básico a atenção que merecem.

Ainda e à semelhança do que já foi referido em anos lectivos anteriores em relação a esta mesma problemática, as condições sócio-económicas da Freguesia e dos agregados familiares que a compõem, não sofreram alterações substanciais e as que sofreram foi certamente para pior, dada a situação de crise económica, de aumento do desemprego e de perda do poder de compra que actualmente se vive em Portugal.

Tendo sido realizado o investimento no novo e moderno Centro Escolar de Azinhaga, parece-me paradoxal que se continue a discutir esta situação, que não tem em linha de conta as necessidades educativas da Freguesia e do Munícipio, antes meras considerações economicistas de "optimização de recursos humanos"... não é decerto na educação dos mais novos que se impõem cortes e poupanças tendo como único objectivo os números da "despesa".

Por este motivos e por muitos mais que podem ser encontrados no documento anexo, datado de Julho de 2013, os Pais e Encarregados de Educação do 1º Ciclo do Ensino Básico de Azinhaga, reunidos ontem em Assembleia de Pais promovida pela sua Associação decidiram por unanimidade:

  • Não aceitar a não constituição da 4ª turma deste Ciclo, para as crianças do 1º ano;
  • Dar conhecimento dessa decisão à tutela, ao Município e a toda a Comunidade;
  • Marcar um acção de protesto para a próxima sexta-feira 13 de Setembro, junto ao Centro Escolar de Azinhaga; 
  • Não permitir que os alunos do 1º ciclo deste estabelecimento iniciem as aulas enquanto tal pretensão não obtiver resposta positiva por parte de quem decide.

Também os pais do Jardim-de-Infância de Azinhaga, no mesmo Centro Escolar, irão juntar-se a este protesto, nos mesmos moldes.

Ou seja, até decisão positiva e homologação da constituição da 4ª turma do 1º Ciclo do Ensino Básico no Centro Escolar de Azinhaga, os alunos não entrarão nas salas de aula, sem prejuízo de outras formas de luta que os Pais e Encarregados de Educação entendam adoptar. Para os nosso filhos, menos do que tudo a que têm direito, é inaceitável.»

Escreve Carlos Simões Presidente da Direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Golegã, Azinhaga e Pombalinho na página do facebook da APEE GAP – Agrupamento de Escolas de Golegã Azinhaga e Pombalinho, publicando também na página em anexo um documento enviado à tutela da Educação em Julho de 2013 a solicitar, à semelhança dos anos letivos anteriores, a constituição da 4ª turma do 1º Ciclo do Ensino Básico na Escola de Azinhaga.

1 comentário:

  1. Toda a vida se viu turmas mistas, não sei o porquê de tanto alarido... com tantas outras coisas com que se deveriam preocupar e não preocupam!

    ResponderEliminar