Pesquisa

A carregar...

TV Azinhaga

Seguidores

Visitas

PageRank

Siga-nos por email

Digite seu endereço de e-mail:

Blog Archive

3 de julho de 2016

Diário de um louco em palco na Azinhaga

O encenador da Casa da Comédia de Azinhaga, João Coutinho, vai subir a palco no dia 8 de julho, às 21h30, para apresentar nesta aldeia do concelho da Golegã a sua mais recente aventura artística, que realizou três sessões no Teatro de Bolso da Chamusca.

Depois de cerca de 30 anos sem vestir a pele de ator, João Coutinho arrisca tudo em palco com um texto de Nicolau Gogol, sob a vida desesperada da alma Russa no Séc. XIX e que mantém hoje uma atualidade bem viva nos caminhos entre a realidade e a loucura.

Os bilhetes para este espetáculo estão disponíveis na Junta de Freguesia de Azinhaga.

8 de junho de 2016

Toma Lá Revista, Última Sessão da 1ª Temporada dia 10 de Junho!

Depois de 10 sessões esgotadas, a ultima representação da I temporada.
A nossa CASA vai apresentar dia 10 de Junho às 21H a 11ª sessão da Revista, encerrando assim a I temporada (dado o período de verão) e regressando em Setembro, com novidades. Não perca assim a oportunidade de estar presente nesta Festa Teatral que faz da Azinhaga uma Aldeia de Cultura. os bilhetes estão dísponiveis na Junta de Freguesia. Contamos consigo.

13 de maio de 2016

Risco de cheias aumenta nas próximas horas

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém informou hoje, em comunicado, que o risco de cheia vai aumentar nas próximas horas em zonas de Constância, Vila Nova da Barquinha, Santarém e Golegã. 

Segundo o comunicado, emitido às 22:00, "verificou-se um aumento dos caudais dos afluentes das barragens, principalmente da barragem do Fretel", devido às descargas das barragens espanholas, com os caudais do Almourol a manterem-se elevados. 

"O risco de cheia aumentará por isso nas próximas horas, com principal impacto nas zonas ribeirinhas, com particular destaque para os campos a sul do descarregador do Dique D'El Rei no concelho da Golegã", refere o CDOS.
12 de maio de 2016

Mantém-se elevada a probabilidade de cheias

Apesar da chuva ter diminuído de intensidade nas últimas horas, a meteorologia e a proteção civil continuam atentas à precipitação e, sobretudo, ao caudal debitados pelas barragens que afetam a bacia do Tejo, em Portugal e Espanha, mantendo o alerta para a possibilidade de cheias.

Em termos meteorológicos, o distrito de Santaréme mais 12 - Aveiro, Guarda, Viseu, Coimbra, Castelo Branco, Portalegre, Leiria, Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro estão sob ‘Aviso Amarelo’ até às 18h00 desta quinta-feira, 12 de maio, devido à previsão de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada.

Já em termos de caudais do rio Tejo, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém informou ás 10h00, que "decorrente da precipitação que se tem sentido em Portugal e também em Espanha, as barragens apresentam valores de armazenamento muito elevados, situação que gerou um aumento dos níveis hidrométricos e caudais do rio Tejo. Mantendo-se a situação atual, prevê-se que os caudais lançados no Rio Tejo possam atingir os 2000m3/s em Almourol, ao longo do dia de hoje".

O CDOS de Santarém refere ainda que "às 20h45h de ontem, o rio galgou as suas margens, na zona do Patacão/Alpiarça, inundando alguns campos agrícolas e na zona da Quinta do Paúl, com os efeitos idênticos – Inundação dos terrenos junto à quinta".

Além deste cenário, há registo do corte dos caminhos municipais 1, 7 e 30, na zona da Brôa (Azinhaga, Golegã) e do Paul do Boquilobo (Riachos, Torres Noavs).

"É espectável nas próximas horas, uma manutenção dos caudais do rio Tejo, mantendo-se assim a elevada probabilidade de cheia", completa o CDOS.

Neste sentido aconselha-se a retirada, das zonas confinantes, normalmente inundáveis, de equipamentos agrícolas, industriais, viaturas e outros bens; a retirada de animais para locais seguros, retirando os rebanhos que se encontram nas zonas que serão provavelmente inundáveis; e o não atravessamento com viaturas ou a pé estradas ou zonas alagadas.

9 de maio de 2016

Proteção Civil alerta para cheias em Santarém

A chuva dos últimos dias, e que continuará a cair nas próximas horas, deverá inundar várias estradas e terrenos agrícolas nas zonas mais sensíveis do distrito de Santarém.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, o agravamento súbito e significativo dos caudais libertados pelas barragens espanholas deverá provocar o galgamento de margens e cheias na bacia do Tejo.

A previsão aponta para a saída do rio na margem direita, com submersão de zonas ribeirinhas na Golegã, no cais de Tancos (em Vila Nova da Barquinha), na zona baixa de Constância e em Reguengo do Alviela (Santarém).

A Proteção Civil alerta as populações para adotarem medidas de proteção, tais como retirar normalmente inundáveis equipamentos agrícolas, industriais, viaturas e outros bens, recolher os animais para locais seguros e não atravessar com viaturas ou a pé estradas ou zonas alagadas.

Citado pela agência Lusa, o Comandante Distrital de Operações de Socorro de Santarém, Mário Silvestre, pede ainda à população "que se mantenha informada através dos órgãos de comunicação social ou dos agentes de proteção civil, desenvolvendo as ações necessárias para a sua proteção, da sua família e dos seus bens".

Os Bombeiros Municipais de Santarém lançaram entretanto um aviso, referindo que na madrugada de terça-feira é previsível a submersão da Estrada Nacional 365 em Palhais, entre a ribeira de Santarém e Alcanhões e entre a ponte do Alviela e o Pombalinho, isolando a povoação de Reguengo do Alviela. Prevê-se ainda a submersão do Caminho Municipal 1348, entre a ribeira de Santarém e Vale Figueira.

Fonte Rede Regional