Pesquisa

TV Azinhaga

Seguidores

Visitas

PageRank

Siga-nos por email

Digite seu endereço de e-mail:

Blog Archive

Sites Amigos

17 de março de 2012

Faleceu Augusto do Souto Barreiros

Faleceu Augusto do Souto Barreiros, de seu nome completo, Augusto Manuel Serrão de Faria do Souto Barreiros, nasceu na Azinhaga, concelho da Golegã, em Março de 1922.

Augusto do Souto Barreiros que completara este mês 90 anos, estava a morar no lar da Golegã, a algum tempo, o seu filho que é médico, viu que ele estava muito debilitado e levou para um hospital de Lisboa onde acabou por falecer esta noite. O Funeral realiza-se amanhã (Domingo) pelas 10 horas no cemitério da Azinhaga.

Contemporâneo de José Saramago, iniciou-se muito novo na actividade literária, escrevendo para o teatro amador. Publicou igualmente poesia e contos e foi por isso sócio da extinta Sociedade Portuguesa de Escritores e mais recentemente, da Associação Portuguesa de Escritores e da Sociedade Portuguesa de Autores. 

A Editorial ADASTRO e a Livraria FERIN, os jornais "Diário Popular ", "Diário Ilustrado", "Diário de Notícias", "O Século", e "Comércio do Porto", e as Revistas FLAMA e VIDA RURAL, deram à estampa uma vasta obra que inclui a ode às gentes azinhaguenses, "Azinhaga, Livro de Horas", além de outros títulos publicados.

Em 1948 e 1950, Augusto do Souto Barreiros escreve as operetas ligeiras, em dois actos e oito quadros, "Sol das Lezírias" e "A Flor dos Campos" que, musicadas por José dos Reis  bateram recordes de apresentações, conseguindo êxitos memoráveis, entre os quais se contam dois espectáculos, de cada uma, no "Cine-Teatro D. Elisa Bonacho", da Golegã, com lotações sempre esgotadas.

Foi um dos fundadores, em 1952, do Rancho dos Campinos de Azinhaga, agrupamento folclórico sócio fundador da Federação de Folclore Português, com actuações em eventos internacionais como a Europália 91 na Bélgica e a Expo 92, em Sevilha.

Por tudo isso, foi distinguido pela Feira Nacional da Agricultura de Santarém, com o Diploma de Mérito pela "Casa do Ribatejo". Em Lisboa recebeu a Placa de Ribatejano Ilustre e foi nomeado Sócio de Honra. Foi ainda homenageado pela Câmara Municipal da Golegã, com a Medalha e Diploma de Mérito Municipal.

0 comentários:

Enviar um comentário