Pesquisa

TV Azinhaga

Seguidores

Visitas

PageRank

Siga-nos por email

Digite seu endereço de e-mail:

Blog Archive

Sites Amigos

7 de setembro de 2010

Rancho dos Campinos de Azinhaga

Rancho do Campinos de Azinhaga

Fundado em 1948, por José dos Reis, onde o seu nome foi assumido como Rancho Folclórico da Casa do Povo. Em 1951, Augusto Souto Barreiros, poeta, escritor e distinto etnógrafo, foi escolhido como directos artístico. Em Março de 1952, uma equipa cinematográfica espanhola, chefiada pelo Realizador, Juan Manuel de la Chica Pallin, vem a Azinhaga para filmar o Grupo, a qual se realizou junto a Alverca de Fernão Leite. 


Em Novembro de 1952, a mesma equipa voltou para um novo apontamento sobre o grupo. 


O Traje, Seguindo a linha tradicional da sua indumentária,as raparigas vestem de CEIFEIRAS ENDOMINGADASlenços encarnados ou azuis com arabescos amarelos, casacos brancos de rabo-de-pavão com golas e entremeio arrendados, saias vermelhas ou azuis com duas barras de cetim preto, aventais brancos, também com entremeio, meias de algodão branco, lisas e sapatos pretos de meio salto, atacados com fitas azuis.
Os rapazes trajam de CAMPINOSbarretes verdes ou azuis (de maioral-real)com carapinha encarnada, camisa branca, bordada, como na Época Romântica, com motivos azuis e escarlates, aponto de cruz, pé de flor e ponto espinha, jalecas azuis com botões grandes, de metal, coletes encarnados, debroados, na frente e nas costas, com fita de seda preta, cinta vermelha, calções também azuis, tendo, junto aos joelhos, uma fila de botões de metal, meias de algodão branco, muito arrendadas, sapatos pretos de salto-de-parteleira, atacados com fitas escarlates, e, em cujos os tacões, brilham esporas à portuguesa.  Rancho dos campinos de Azinhaga

6 comentários:

  1. No dia 20.04.1992 na pág. 15 do Correio da Manhã sob o título "Cultura popular atravessa fronteiras" de Vitor Amiais, o 6º parágrafo faz alusão à formação do rancho folclórico, Augusto Barreiros contactou com Francisco Castelo, então presidente da Casa do Povo, para que aquele organismo se lhes juntasse a que se juntaria também, FRANCISCO VALÉRIO (homem do povo) que, apesar da sua idade continuava a ser extraordinário bailador.

    ResponderEliminar
  2. Pois é. A história da fundação está mal contada. Um pouco mais de rigor não era mau.

    ResponderEliminar
  3. Olá, Senhor "Anónimo", gostava que me disse-se o que está mal, acerca da história da fundação para tentar-mos melhorar.

    Obrigado!

    ResponderEliminar
  4. Ao Diogo, referente ao comentário de 9 de Maio de 2011: Se a história da fundação do Rancho está mal contada isso, não sei! Só quem escreveu o artigo o poderá confirmar no entanto, achei interessante estar envolvido um homem do povo como era Francisco Valério. Talvez, e se ainda estiver bem, o Sr. José dos Reis possa dizer algo sobre. Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Ao Diogo, referente ao meu anterior comentário, de hoje, anule!
    Ao viajar na última página deste Blog (18) no final da página cliquei onde dizia leia o texto completo, apareceu outra página e lá estava como se formou o Rancho os Campinos da Azinhaga e, está tudo conforme!
    Bom trabalho.

    ResponderEliminar
  6. Obrigado pelo Seu comentário, gostava-mos que nos envia-se para o email, euazinhaguense@gmail.com , mais informações caso estas não estejam corretas ou caso tenha mais informações acerca do rancho.

    Obrigado pela sua visita!

    ResponderEliminar