Pesquisa

TV Azinhaga

Seguidores

Visitas

PageRank

Siga-nos por email

Digite seu endereço de e-mail:

Blog Archive

Sites Amigos

21 de setembro de 2010

Milhares de peixes mortos no rio Almonda

O presidente da Junta de Freguesia de Azinhaga, no concelho da Golegã, alertou esta terça-feira para uma mortandade de «milhares de peixes» no rio Almonda. Vítor Guia atribui a morte dos peixes a uma descarga poluente no curso de água.
A situação foi detectada já no passado sábado e o Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR confirmou à Lusa que se deslocou ao local no domingo, dia 19, não adiantando ainda quais as razões da mortandade dos peixes.
«Já não podemos mais viver assim, o cheiro é insuportável e cada vez há mais peixes mortos nas águas e nas margens do rio», acrescentou Vítor Guia.
O autarca alega também que as estações de tratamento de águas residuais (ETAR) do concelho nada têm a ver com a descarga poluente porque. De acordo com Vítor Guia, tanto a ETAR da Golegã como a ETAR de Azinhaga estão a enviar os caudais para a foz do rio Tejo, numa zona a jusante de onde foi detectada a descarga poluente no rio Almonda.
Esta descarga está a ser investigada pelo SEPNA juntamente com técnicos da Administração Hidrográfica da Região do Tejo (ARH-Tejo), que recolheram no local algumas amostras da água para análise.
O troço do rio Almonda onde se verifica a morte dos peixes situa-se já fora da Reserva Natural do Paul do Boquilobo, referiu ainda o autarca de Azinhaga.
IN - TVI24


Video SiC

0 comentários:

Enviar um comentário