Pesquisa

TV Azinhaga

Seguidores

Visitas

PageRank

Siga-nos por email

Digite seu endereço de e-mail:

Blog Archive

Sites Amigos

24 de março de 2015

Morreu José Gonçalves Júnior

José Gonçalves Júnior morreu hoje, aos 96 anos, funeral
realizar-se-á
amanhã pelas 17h00 em Azinhaga.

Nasceu na Azinhaga a 2 de Janeiro de 1919, filho de José Gonçalves e Ana de Jesus Escudeiro.

Nasceu com uma sentença de morte, como gostava de contar, pois o médico durante o parto disse ao pai que, ou se salvava a mãe ou a criança.

Felizmente o médico não podia estar mais enganado. Não só se salvou a mãe, como a criança. Teve uma infância feliz, na companhia dos pais 2 irmãos e 2 irmãs.

Homem com veia artística foi um dos fundadores do teatro da Azinhaga, tendo entrado em diversas peças. E foi um dos fundadores do Rancho dos Campinos da Azinhaga, onde tocou viola durante cerca de 40 anos, acompanhando o Rancho em todas as suas saídas, incluindo ao estrangeiro.

Foi também um dos fundadores e Presidente da Banda de Música da Azinhaga.

A música esteve sempre presente na sua vida. Na sua juventude fez parte de um grupo de músicos que tocava nos muitos bailes que se faziam na Azinhaga e Pombalinho. Contava com saudades que chegava a haver 3 bailes num só dia. Ainda fez uma passagem pela equipa de futebol da Azinhaga, mas como contava, não tinha grande jeito.

Homem sério e de responsabilidade foi ainda Tesoureiro da Junta de Freguesia durante 16 anos. E foi também Tesoureiro da Misericórdia e da Igreja. Tendo sido também Presidente da Misericórdia e da Casa do Povo.

Muito antes de se pensar em automóveis, deslocava-se com a sua charrete pela Azinhaga e arredores, que chegava a servir de “táxi”.

Os animais sempre foram uma paixão. Teve de tudo um pouco, mas foi nos pássaros que alimentou mais a sua paixão. Fez criação de pássaros e faisões chegando mesmo vender para algumas lojas ou particulares.

Na oficina de sapatos que pertenceu ao pai, aprendeu a habilidosa arte de fazer botas de montar a cavalo. Arte que manteve durante muito tempo, já só pelo prazer de fazer. Tinha clientes de toda a parte do país, que vinham de propósito à Azinhaga para mandar fazer as botas. Cavaleiros, toureiros, todos queriam umas botas feitas pelo Sr. José Gonçalves da Azinhaga. Também fez durante muitos anos os sapatos para o Rancho dos Campinos da Azinhaga.

Texto e imagens cedidas por: Ana Peralta Gonçalves Melrinho 
20 de março de 2015

Suspensão de Obra do Açude de Azinhaga


 
Imagem Panorâmica Diogo Narciso
Presidente da Junta responsabiliza Presidente da Câmara 
Vítor Guia responsabilizou o Presidente da Câmara da Golegã pela suspensão das obras do Açude e Escada de Peixes, em curso na freguesia de Azinhaga, cujo processo foi iniciado ainda no mandato anterior.

O Presidente da Junta recordou que por diversas vezes ainda antes do início dos trabalhos, tinha alertado para a necessidade da consolidação prévia das margens. A Câmara decidiu avançar com a obra mas viu-se agora obrigada à sua suspensão, de forma a poder projetar e planear esses trabalhos.

Vítor Guia relembrou que o Presidente da Câmara era, à época, o titular do pelouro, acusando-o de ter ignorado os alertas que entretanto foi deixando, considerando por isso que o mesmo é o responsável pela suspensão e consequentes atrasos.