Pesquisa

TV Azinhaga

Seguidores

Visitas

PageRank

Siga-nos por email

Digite seu endereço de e-mail:

Blog Archive

Sites Amigos

11 de julho de 2014

Azinhaga mantém extensão de saúde; Pombalinho à espera de decisão

As extensões de saúde da Azinhaga e do Pombalinho estiveram em risco de encerramento total por “tempo indeterminado” mas a situação já foi, em parte, resolvida através de contactos realizados entre a autarquia da Golegã e o Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria do Tejo.

No caso da Azinhaga foi possível manter o atendimento durante três dias por semana, ainda que de forma transitória, conforme nos adiantou o presidente da Câmara da Golegã, Rui Medinas. O autarca sublinha que o objetivo é conseguir colocar um novo médico de família para assegurar o atendimento por completo nesta freguesia. No caso do Pombalinho, a manutenção da extensão de saúde está ainda em negociação e a solução pode ser encontrada ainda esta semana. Nesta freguesia, o atendimento era assegurado dois dias por semana.

Na origem desta alteração esteve a aposentação de um médico de família, Fernando Santos, que deixou o concelho com apenas três clínicos. “ A aposentação de um único médico não é motivo para encerrar as extensões na totalidade, até porque os rácios internacionais estipulam que deve existir um médico de família por cada 1500 utentes e, no caso da Azinhaga, esta fasquia estava plenamente assegurado porque existem 1800 utentes”, referiu ao nosso jornal Rui Medinas. Além disso, as instalações da extensão de saúde da Azinhaga foram modernizadas há alguns anos.

A situação foi denunciada na semana passada pela deputada Helena Pinto, do Bloco de Esquerda, que já dirigiu uma pergunta ao Ministério da Saúde sobre o encerramento destas duas extensões e a concentração do atendimento aos utentes no centro de saúde da Golegã.

Retirado de Jornal O Ribatejo em www.oribatejo.pt